Engenharia de produção e suas áreas

Olá, tudo bem? Você conhece a Engenharia de Produção e quais suas áreas do conhecimento? Hoje você vai começar a descobrir sobre essa brilhante carreira, que engloba praticamente todo o mercado de trabalho.

Em uma série de artigos, vamos conversar sobre o curso, a carreira, salários, seus desafios e como a FASB pode preparar você para esse mercado tão competitivo e promissor! Vamos lá?

O engenheiro de produção é responsável por garantir a eficiência dos processos produtivos, produzindo bens e/ou serviços de maneira econômica. Além disso, você já parou pra pensar que toda empresa que possua uma linha de produção necessita de um profissional capaz de dimensionar e gerenciar os processos de produção?

De modo global, podemos dizer que a Engenharia de Produção é o ramo que se dedica ao planejamento, projeto e gestão de sistemas sócio técnicos, ou seja, áreas que envolvem pessoas, materiais, tecnologias, recursos financeiros e meio ambiente. Quanta responsabilidade, não é mesmo?!

Inegavelmente, não é a toa que em termos de formação, o Engenheiro de Produção alia habilidades técnicas com conhecimentos de Gestão de Pessoas, Administração e Economia.

Certamente, cabe aqui a definição mais utilizada de Engenharia de Produção: “A Engenharia de Produção trata do projeto, aperfeiçoamento e implantação de sistemas integrados de pessoas, informações, equipamentos e energia, para a produção de bens e serviços, de maneira econômica, respeitando os preceitos éticos e culturais. Tem como base os conhecimentos específicos e as habilidades assoaciadas às ciências físicas, matemáticas e sociais, assim como os princípios e métodos de análise de engenharia de projeto para especificar, predizer e avaliar os resultados obtidos por tais sistemas” (definição da American Industrial Engineering Association modificada pelo autor) (BATALHA, 2008).

Áreas de conhecimento da Engenharia de Produção

Com o intuito de exemplificar, podemos elencar onze áreas de conhecimento da engenharia de produção, conforme ilustrado na figura abaixo:

Áreas da Engenharia de Produção

Figura – Áreas de conhecimento da Engenharia de Produção (ABEPRO, 2007, apud BATALHA, M. O. 2008).Enfim, você achou interessante descobrir essas áreas de conhecimento? Isso foi só o começo, tem muito mais!!! Dessa forma, nos próximos artigos, irei abordar com mais detalhes cada uma delas e a grade do curso. Além disso vou apresentar os desafios que o engenheiro de produção tem enfrentado do mercado de trabalho, devido a adoção de novas tecnologias (nanotecnologia, biotecnologia industrial, em particular), além da indústria 4.0, que prometem uma revolução que irá exigir novas abordagens para os sistemas de produção.

Aos leitores deste blog, deixo a oportunidade de descobrirem o fascinamente mundo da Engenharia de Produção. Certamente, é uma carreira tão diversificada quanto interessante, que possui múltiplas aplicações com o aumento da competitividade das organizações. O leitor, certamente saberá rapidamente identificar essas aplicações e transportá-las para a sua realidade. Afinal, é com essa riqueza de conhecimentos e multiplicidade de aplicações que faz com que essa carreira esteja entre aquelas que mais crescem em número de cursos dde graduação e pós-graduação no Brasil. Concluindo, sejam bem-vindos nesta jornada de conhecimento. Paz e Bem!

Referências:

BATALHA, M. O. Introdução a Engenharia de Produção. 4. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO – ABEPRO. XXVII Encontro Nacional de Engenharia de Produção – ENEGEP. Disponível em http://www.abepro.org.br/indexsub.asp?ss=8. Acesso em 3 de julho de 2007.

#engenhariadeproducao, #engenheirodeproducao

Prof. Dr. Marcelo Tirelli

Coordenador Adjunto – Engenharia de Produção

Faculdade de São Bernardo do Campo – FASB

Prof. Dr. Marcelo Tirelli

Prof. Dr. Marcelo Tirelli
Coordenador Adjunto - Engenharia de Produção
Faculdade de São Bernardo - FASB

http://lattes.cnpq.br/4630194230201313

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *